Esse coração de pedra é apenas uma forma de se defender contra amores fracos. A gente cansa de acreditar nessa história de “agora vai dar certo”. Quantas vezes não achamos que aquele alguém iria florescer, quando na verdade trouxe espinhos para a nossa vida. E com isso, o terreno do nosso coração vai ficando cada vez mais infértil que depois de um tempo esperança alguma brota dali. Pisaram uma, duas, várias vezes, esmagando as nossas expectativas, enterrando a nossa crença e a nossa fé no amor. Cansamos de acreditar nas pessoas, cansamos de ser enganados com histórias que pareciam reais que tinham tudo pra dar certo. Depois de um tempo ficamos exaustos de receber desculpas, da falta de tempo e de gente que não sabe o que quer.

Então, repousamos o nosso coração em Deus, afinal Ele tem um interesse real em cuidar do nosso coração ferido, e embora a gente pareça bem para o mundo, só Deus conhece a bagunça interior e as dúvidas que dominam esse nosso coração inquieto. Quantas vezes você não questionou a Deus se alguém realmente iria aparecer em sua vida pra ficar, quantas despedidas, quantos adeuses que não esperávamos. Quantas histórias que começamos a imaginar, a escrever e a planejar e no fim precisamos rasgar como quem não quer mais reviver as lembranças de amores confusos.

Mas Deus pega os nossos rascunhos, joga fora e começa a escrever uma nova história. Aquele coração cansado precisava de um descanso. E embora a gente acredite precisar de alguém, Deus quer mesmo é nos mostrar o quanto somos valiosos. Antes de alguém aparecer em sua vida você precisa saber o quanto merece e o quanto a sua alma bonita é o reflexo de um coração entregue a Deus e que todos os fracassos não resumem a sua história.

Então, confie, porque Deus está preparando o terreno do seu coração, regando novamente a sua fé e fazendo brotar a esperança novamente. Esse coração teimoso precisa encontrar o tal do amor próprio, precisa não aceitar pouco, ficar menos na defensiva e entender que aquilo que Ele tem preparado supera os amores frustrados e todos os seus enganos. Quem vier deverá se achegar a Ele para encontrar o seu coração. Então não se assuste se parecer que não me importo ou que não tenho sentimentos, eu só não quero me enganar mais uma vez, só não quero alguém que brinque com o meu coração. Tudo o que a gente não deseja é alguém que faça acreditar que irá ficar quando na verdade pretende ir embora a qualquer momento. A gente cansa de correr atrás, de se importar e tentar fazer dar certo.

Então, quem chegar terá que saber bem o que quer, não trazer dúvidas e não ter como sobrenome as incertezas. Quem vier precisa ter Deus como prioridade. Hoje, meu coração está tão escondido em Deus, está tão repousado na sua calmaria que nada poderá abalar a minha paz interior. Leva tempo para recompor a melodia perdida, os pensamentos, as lembranças. Então, se você aparecer na minha vida não entenda o meu coração como de pedra como tantos outros acharam e por isso deram as costas e foram embora como quem não queria lutar, como quem insistia em partir. Mas entenda como um coração tão escondido em Deus que não deseja ser abrigo de quem apenas o visita, faz uma bagunça e vai embora deixando que eu coloque as coisas no lugar.

Eu sei que Ali, Deus cuida, ali coisas boas florescem. Então, quem aparecer, terá que buscá-lo, terá que me amar da forma mais bonita, amar em oração. Terá que ter Deus como prioridade, porque só assim poderei sentir o cuidado de Deus comigo em algo que antes me feria tanto: O amor.

Imagem: @MansanoFotografia

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Thamilly Rozendo
Estudante de psicologia, 22, é aquela que escuta mil vezes a mesma música e tem a risada escandalosa. Não dispensa um sorvete e adora um pastel de feira com muito catupiry, mesmo sendo intolerante a lactose. Encontra paz na oração e vê amor nos pequenos detalhes.

COMENTÁRIOS