Imagem: @MansanoFotografia

Quando Deus falou ao meu coração que eu deveria escolher uma pessoa que tivesse a mesma fé que a minha, decidi dizer sim a Sua vontade, porém, eu não sabia que o processo seria tão complicado, afinal em minha mente, uma pessoa enviada por Ele apareceria em minha porta, amaríamos um ao outro, e pronto, seria bem fácil.

Contudo, o que eu não sabia é que antes de Deus me dar o que Ele havia me prometido, Ele precisava preparar um lugar saudável e seguro em meu coração para essa pessoa entrar, porque a terra em que algumas pessoas já haviam pisado, estava marcada devido as flores que tinham sido arrancadas, por terem destruído o espaço bom para o cultivo e que hoje precisa ser restaurado devido a tanta dor, devido as tantas feridas. É preciso então mudar a terra para criar o ambiente de crescimento ideal, para que essa semente do amor venha a florescer.

Então, entre o ouvir a sua voz e entender o que realmente Ele desejava para mim houve um longo período de tempo. Quando você tem a prática de algo, ou seja, está habituada a fazer algo do mundo, algo que desagrada a Deus, você precisa se arrepender e não mais praticar tal coisa, porém isso não quer dizer que você está preparado para o novo de Deus. “E por que não? O velho homem morreu e eis que tudo se fez novo”. Sim, você nasceu de novo, você foi salvo pela Graça, Deus perdoou seus pecados e esqueceu o que você fez. Mas o que acontece é que nós continuamos sofrendo as consequências das nossas escolhas erradas, ainda existe a natureza humana em mim e em você, e a guerra do Espírito contra a carne.

Não estou generalizando para tudo e para todos, mas na maioria das vezes é assim, e comigo foi desta forma. Eu consegui ouvir a voz de Deus, mas ainda tinha muita coisa do mundo em mim, e Deus precisaria me ensinar, e até eu aprender precisei cair algumas vezes. Deus precisa mudar a forma errada com que nos relacionamos com os outros, uma  forma egoísta e orgulhosa que desagrada à Ele. Eu não sabia que a terra não estava boa, que eu trazia comigo decepções, frustrações, mágoas, ressentimentos, rejeição, carência e que Deus precisava entrar nele e limpar tudo por completo, me transformar e me suprir totalmente nesse aspecto emocional.

Como  eu não entendia, só transportava essas coisas ruim de lugar. As minhas atitudes correspondiam ao medo de que tudo que me aconteceu no passado acontecesse novamente. Medo: palavrinha com quatro letras que nos impede de viver livremente, e nos faz criar muros, barreiras para nos proteger. Aprendi então, que a gente precisa confiar na proteção de Deus e simplesmente descansar. Há quem diga que só se cura um amor com outro. Será mesmo? Se eu afirmasse isso estaria negando o poder de Deus que precisa de outra pessoa para agir. Não que ele não use pessoas como canal, mas eu estaria dizendo que cada pessoa que se relacionou com alguém e que não se envolveu com outro não é feliz. Ou seja, solteiro não é feliz. Deus é especialista em criar histórias de amor. Você conhece a maior história de amor? Aquele que Ele dá o Seu único Filho por amor à nós, Jesus? Se não, olhe aí João 3:16.

Por fim, não compare a sua história com a história dos outros ao seu redor. Só queira que tenha o detalhe Dele, aquele toque especial do Pai, que nos faz ver o real sentido dos relacionamentos. E acredito muito na canção que diz “ Ninguém pertence a ninguém, mas o amor conspira por quem pode ser a resposta, da oração de alguém”

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Maria Clara
Fortalezense, 23 anos, estudante de engenharia. Misturo os números com as letras, talvez porque eu goste um pouco de tudo. Amo as coisas simples e os sentimentos que elas me proporcionam como estar com a família, amigos e tomar sorvete num dia quente. O que mais busco é ser semelhante a Cristo, e refletir esse amor que um dia me alcançou.

COMENTÁRIOS