A cada passo descendo a escada meu coração acelerava ainda mais, e quanto mais perto ficava, mais eu imaginava com que roupa ele estaria, como me olharia, o cheiro dele e o seu abraço no final do caminho. Cada degrau que eu descia as expectativas aumentavam, eu sentia uma alegria e uma responsabilidade enorme ao mesmo tempo.

De repente me vi frente a frente com ele e com todas aquelas emoções reunidas, quase impossível de notar tanta gente esperando, na verdade minha atenção estava totalmente no cara que tinha ganhado meu coração por completo. Quanto mais nos olhávamos, mais as coisas ao redor ia perdendo o valor, naquele momento era só eu e ele.

Nesse dia quem estava no altar me esperando era o Rafa, meu noivo, e horas antes me arrumando o Espírito Santo como uma brisa que entrava na janela me falava: “Um dia será eu e você pra sempre juntos!” Cada detalhe que colocava em mim era um grito sobre a eternidade, tudo foi muito bem planejado, pensado, horas e horas gastadas escolhendo o vestido, os brincos, a maquiagem, o buquê, tudo isso só pra ele. Incrível imaginar que o maior de todos os casamentos ainda irá acontecer, e o friozinho na barriga que senti nem se comparará.

A festa já está pronta, e Ele já chamou todos os convidados… Quem está disposto a ir ao encontro dele? Enquanto esse dia não chega, fico aqui me esforçando em te pertencer ainda mais. Minha alma seca pela falta de quem eu preciso ser.

Se encontrarem o meu amado que dirão a Ele?

Digam por favor que estou doente de amor.

(Baseado no dia 12.12.15 e na revelação que tive sobre a pressa em pertencê-lo eternamente). 

Imagem: Mansano Fotografia

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Isabelly Naque
Missionária, casada, escritora e metida a fotógrafa. Sou totalmente fascinada pela arte, praia e pôr do sol. ''Costumo dizer que o amor me laçou, e isso foi a melhor coisa que aconteceu, hoje estou presa vivendo livre.''

COMENTÁRIOS